Desenvolvimento web em… C?

Pois é exatamente esta a proposta do Scott Petersen, da Adobe.

Em suma, o projeto Tamarin (que já nasce forte, apoiado por Adobe e Mozilla) cria um módulo do flash capaz de entender C.

Claro que não é tão simples como parece; foi criado um compilador C especial, responsável por gerar código para uma máquina virtual rodando em ActionScript. Engenhoso.

Dando certo ou não, a idéia é muito boa e abre uma gama muito grande de possibilidades – aposto que muitos aí já estão imaginando o slackware rodando num flash player 🙂

É claro que existem muitas barreiras a serem enfrentadas, e já imagino que a performance deve ser a maior deles, mas a idéia por si só merece algumas palmas.

O arigo inteiro pode ser acessado aqui.

8 respostas to “Desenvolvimento web em… C?”

  1. Rogério disse:

    Idéia interessante, mas duvido que dê certo para software complexos.

  2. Wagner disse:

    Eu vim do futuro, estou em 2012 e queria saber… Deu certo isso aí?

  3. Marcelo disse:

    so um ano a frente no futuro, acho q n deu muito certo, pergunte ao facebook, acelerando paginas com isso!!!!!!

  4. Lucas disse:

    Eu vim mais ainda do futuro e digo: Acho que deu erro, kkk

  5. Daniel disse:

    Olha pessoal, aqui no futuro, o flash não colou não em.

  6. OLIVEIRA FERREIRA disse:

    kkkkkkkkkk

  7. cytron disse:

    Flash? O que é isso? (kkkkkkkkkkk)

    Para quem se interessa em C++ para Web, as melhores opções que vejo atualmente são Wt (é o Qt da web) e CppCMS (mais simples e menos atraente).

    Bom mesmo seria o próprio Qt. Isso iria revolucionar o modo como funcionam as páginas hoje. Infelizmente os processadores quânticos ainda não estão disponíveis aqui em 08/2017.

    Quem sabe alguém vindo de 2020 possa nos trazer alguma novidade.

  8. cytron disse:

    Ok!!!!

    Tem um camarada que resolveu se aventurar e criou o projeto Tufão (http://vinipsmaker.github.io/tufao/). É um framework que usa Qt. Já é alguma coisa!

Deixe um comentário